[Regularidade 2011] – Regulamento Comentado – “A Vistoria”

O Baiano de Regularidade 2011 já está caminhando para a sua quarta prova do ano (7ª. e 8ª. etapas), entretanto, a cada disputa ainda percebemos algumas dúvidas por parte de pilotos e organizadores sobre alguns itens do Regulamento Geral do Baiano de Regularidade 2011.

É importante que fique claro que este regulamento é público e está disponível a todos no seguinte link: http://www.fbm.esp.br/pdf/reg_end_2011.pdf (em PDF).

A função básica de um regulamento desportivo parece ser clara para a maiorias das pessoas: “dar igualdade de condições a todos os competidores daquela modalidade“. O Regulamento do Baiano de Regularidade, é instituído/reformulado anualmente pela Federação Baiana de Motociclismo (FBM), em Assembléia Geral, da qual qualquer associado tem o direito de participar e opinar. O regulamento de qualquer modalidade esportiva, mesmo as mais tradicionais, está sempre sujeito a mudanças, essa é uma necessidade que está diretamente ligada a nossa própria evolução como seres humanos.

É obrigação de TODOS que participam de competição esportiva conhecer o regulamento dessa competição, temos certeza que todos os pilotos e organizadores já leram e levam sempre consigo uma cópia do regulamento do Baiano de Regularidade 2011! Bom, se não fazem isso, deveriam…

Com o intuito de tornar o tema parte da rotina de pilotos e organizadores das provas do Campeonato Baiano de Enduro de Regularidade, pretendemos, de tempos em tempos, abordar e discutir alguns itens do regulamento geral dessa competição.

Lembramos que o blog é um ambiente de discussão e você pode deixar a sua opinião (e sugestões) nos comentários, assim serão socializadas com outros interessados!

O tema escolhido para hoje foi o item 08 do Regulamento 2011 (Pág. 05) – [VISTORIA]

Antes da largada de cada prova, os competidores devem passar por uma vistoria, o horário não é fixo, sendo definido pelo regulamento complementar de cada prova do campeonato,  o artigo 8.1 estabelece apenas um critério mínimo, caso haja omissão desse ponto no regulamento complementar.

8.1 É obrigatório a presença do concorrente (Piloto e sua Moto) no local de vistoria, no mínimo, 15 (quinze) minutos antes do horário ideal de largada do primeiro concorrente ou conforme determinado no Regulamento Complementar da prova.

Caso não faça a vistoria dentro do horário determinado (e divulgado) pelos organizadores o piloto perde 100 pontos, como explica o artigo 8.2: “O concorrente que não se apresentar para vistoria, em tempo hábil, perderá 100 (cem) pontos, independente da perda dos pontos do PC de largada, se houver“.

O artigo 8.3 relaciona os itens OBRIGATÓRIOS que serão observados pelo vistoriador para cada piloto, que também poderá observa-los no decorrer da prova, a qualquer momento, como define o artigo 8.4.

8.3 São obrigatórios os seguintes itens:
a) Portar a carteira da (FBM, CBM ou RG);
b) Portar capacete contendo, preferencialmente: Nome e tipo sangüíneo do piloto;
c) Piloto estar usando o colete oficial da FBM, calçado com Botas e vestido com roupas resistentes;
d) Moto com identificação padrão da FBM, (números) do competidor.

8.4 É facultado a Direção de Prova e Comissão de Enduro, efetuar vistoria em um ou mais concorrentes, no local de largada ou a qualquer momento no transcorrer da Prova.

No artigo 8.5 observamos que o vistoriador deverá usar o “bom senso”, ou seja, o seu critério pessoal “caso entenda, não apresentar a moto ou o piloto, condições mínimas de segurança”. Veja abaixo a íntegra desse artigo:

8.5 O vistoriador observará todos os itens exigidos, ficando a seu critério permitir ou não a largada ou continuação da prova, caso entenda, não apresentar a moto ou o piloto, condições mínimas de segurança.

Todavia, a falta de um ou mais itens obrigatórios NÃO acarretará perda de pontos por parte do piloto, sendo esta falta anotada em sua ficha pessoal onde, na terceira ocorrência (para um mesmo item), o piloto NÃO poderá largar. Essa regra está definida no artigo 8.6, que não deixa claro se existe diferença entre “itens obrigatórios” e “itens de segurança”. Pode ser que no entendimento de alguns pilotos, o porte da carteira da FBM, colete numeral e adesivo padrão da FBM com o número do competidor, não represente um comprometimento à segurança, diferentemente do nome e tipo sanguíneo no capacete, botas e roupas resistentes. Aqui será utilizado novamente o que está definido no artigo 8.5, ou seja, o critério do vistoriador.

8.6 Caso o vistoriador constate a falta de um ou mais itens obrigatórios, o piloto será informado e realizada anotação na sua ficha pessoal junto a Comissão de Enduro sobre o item em desacordo com o Regulamento. Na terceira observação (para um mesmo item), dirigida a um mesmo piloto, este não poderá largar, por repetir em três provas distintas a mesma falta, ou seja, a falta de um ou mais itens de segurança. Caso o piloto insista em largar, será desclassificado desta prova independente de outras punições cabíveis.

a utilização correta do capacete é um ponto de extrema importância no motociclismo, sendo o seu uso incorreto (ou a falta dele), definida pelo artigo 8.7 do Regulamento Geral, que prevê uma elevada perda de pontos para o piloto que infringe essa regra.

8.7 O piloto que for flagrado sem o uso correto do capacete, no transcorrer da prova, será penalizado em 900 pontos. Em caso de reincidência numa mesma prova, perderá 1.800 pontos, independente de outras punições.

A redação do artigo deixa uma dúvida de interpretação, pois a perda de pontos só poderá ser aplicada ao “piloto que for flagrado sem o uso correto do capacete, no transcorrer da prova […]“, portanto, considerando que a prova se inicia na LARGADA da primeira etapa do dia e é encerrada na CHEGADA da segunda etapa, não haveria perda de pontos nos casos de pilotos transitando sem o capacete em outros momentos, como na sexta-feira à noite, nas inscrições, ou no sábado à noite, quando ocorrem as premiações, o que enterraria de vez um grande mito relacionado ao enduro de regularidade baiano… Por outro lado, independentemente de outras decisões, cabe ao PILOTO utilizar o BOM SENSO e pilotar sempre com equipamentos de segurança!

O que achou dessa análise? Participe, comente, deixe sugestões nos comentários dessa postagem…

Anúncios

, , , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: